Ex-alunos

Especial ex-alunos: Conheça a história do Odair, nosso ex-aluno que se tornou Gerente Comercial em uma multinacional

Especial ex-alunos: Conheça a história do Odair, nosso ex-aluno que se tornou Gerente Comercial em uma multinacional

A nossa serie de entrevistas com ex-alunos continua! Hoje, conversamos com o Odair Comenale Matos que esteve conosco por 13 anos, formando-se em 2009.

Atualmente ocupa o cargo de Gerente Comercial Nacional de uma Multinacional, é casado com a Aline desde 2012 e juntos, tem duas joias, Pedro de 6 anos e Maria de 4 anos. Odair mora no interior de São Paulo, gosta de fazer churrasco e torce para o Corinthians. Publicitário de formação, vendedor de coração e por vocação.

Confira nossa pequena entrevista:

Pergunta 1: Conte um pouco da sua trajetória no Colégio Santa Amália.

Resposta: Estudei no Colégio Santa Amália por um período de 13 anos, iniciando no pré e indo até o 3° colegial. Gostava tanto do colégio que fiz a 7° série por duas vezes. Recordo dos amigos que pude dividir turma, dos professores e coordenadores com muito carinho e muitas boas lembranças. Eles foram parte de uma importante passagem da minha vida, no aprendizado, alfabetização e ajuda na construção de caráter, compartilhando de valores as quais nutro até hoje: amizade!

Pergunta 2: E depois da sua formatura no Ensino Médio, conte-nos um pouco das suas escolhas e da influência do colégio.

Resposta: Ao me formar, ingressei no curso de administração de empresas pela PUC -SP, muito influenciado pela formação do meu pai (ele sempre me deixou a vontade para fazer minhas escolhas). No meio do curso, entendi que gostaria ir para um curso mais orientado a criação e relações comerciais e decidi então cursar Publicidade e Propaganda, onde me formei pela FIAM – FMU.

Passei por algumas empresas, sempre orientado a atividades comerciais. Vender é uma arte que me encanta há mais de 20 anos, sendo 14 deles, dedicados a área de tecnologia.

Atualmente estou ocupando o cargo de Gerente Comercial de Vendas de uma multinacional brasileira chamada Linx e, carrego comigo valores que foram construídos durante minha formação escolar no colégio e que são uma das poucas coisas que não negocio e não vendo: caráter e amizade.

Pergunta 3: Como se sente agora como voluntário/doador na Liga?

Resposta: Minha primeira oportunidade de reencontro com a Liga deu-se em meados de 2014 através de um programa a qual a empresa que eu trabalhava participava. Tinha uma relação direta sobre jovens e oportunidade de negócios (tema que me encanta). Pude participar de algumas atividades in company e atividade em uma das unidades da Liga (onde descobri que era vizinho –  Raposo Tavares).

Ano passado, já na empresa que estou atualmente, recebo a indicação de uma oportunidade para avaliar um projeto (social) que tinha relação com as soluções que comercializo e, para a minha grata surpresa, era um projeto envolvendo a Liga.

Me formei em 2009, estou morando em uma cidade do interior de São Paulo, mas em meu caminho e para minha felicidade, tenho cruzado com o Santa Amália, seja através de lembranças das redes sociais (amigos), seja por filhos de amigos que estudam na escola atualmente ou pela Liga, a qual eu tenho a honra e privilégio de poder contribuir.

Artigos Relacionados