Educação, Unidade Saúde

Projeto de tutoria incentiva alunos a interagir e expressar sentimentos na quarentena

Projeto de tutoria incentiva alunos a interagir e expressar sentimentos na quarentena

Sentimentos reprimidos, dificuldade de expressão e desmotivação. Estas foram algumas emoções vividas durante o período de isolamento social. Enxergado essa necessidade, o professor tutor Bruno Zequin iniciou o projeto “Possibilidades criativas na quarentena” com os alunos do 8º ano B para ajuda-los a expor suas emoções e buscar atividades educativas neste período em casa.

A partir de uma Roda de Conversa Virtual, a turma expressou seus sentimentos e emoções vivido durante o isolamento e aulas on-line. Com essa troca, a proposta foi pensar em soluções para enfrentar este momento e compartilhar brincadeiras com familiares e colegas de classe.

Os alunos foram divididos em grupos e cada um produziu suas dicas. Entre elas, tivemos jogos de tabuleiro, guia de aplicativos e jogos educativos.

Este projeto teve como objetivo incentivar a expressão dos alunos e ensina-los a superar as situações adversas que ocorreram durante este período, além de explorar a criatividade, o diálogo, a autonomia e o vínculo entre o professor e seus colegas de turma.

Para Bruno, a mudança este ano foi drástica, fazendo com que os alunos sentissem muito este impacto.  “Diante da situação de isolamento social e aulas on-line a realidade escolar mudou 

drasticamente. O contato com o outro foi uma das mudanças mais sentidas. ”.  E completa:  “Busquei compreender quais eram as maiores dificuldades dos meus alunos, para assim, em conjunto, buscarmos mecanismos de resolução desses problemas. A partir da realidade deles, se colocaram na intenção de resolver essas questões que estariam prejudicando a vivência escolar, intervindo sobre o seu papel de aluno. A atividade se tornou um momento interessante para perceber quais eram as queixas dos alunos sobre as aulas on-line e quais possíveis ações poderíamos tomar. Como educador é importante perceber a realidade do meu aluno, o que o incomoda e como podemos nos transformar para assim conseguir motiva-lo a estar presente na aula, mesmo diante dessa situação. Percebo que assim como os professores, os alunos adotaram uma postura resiliente, se adaptando às dificuldades da melhor forma.”.

Confira alguns exemplos de dicas produzidos pelos alunos abaixo:

Galeria de fotos

Artigos Relacionados