Unidade Saúde

Colégio Santa Amália Saúde apresenta nova diretora pedagógica

Colégio Santa Amália Saúde apresenta nova diretora pedagógica

Dando início às atividades do Colégio Santa Amália/Saúde em 2021, em primeiro lugar parabenizamos a professora Maria Elisa da Cunha Carneiro Sperling, a qual iniciou sua carreira como professora da Educação Infantil nesta Instituição, sendo promovida à coordenadora de segmento e alguns anos depois para o cargo de Diretora Pedagógica.

Após 40 anos de dedicação à educação e ao Colégio, informamos que a professora Elisa, a partir de 01 de abril/2021, atuará como Curadora de Conteúdos de Cursos, do Instituto de Ensino e Pesquisa Liga Solidária, acelerando, dessa forma, o desenvolvimento do referido Instituto, instalado há 5 anos.

Da mesma forma, parabenizamos a professora Adriane Ideta, a qual foi aluna do Curso de Magistério do Colégio Santa Amália e dedica-se a essa Instituição há 24 anos. Também iniciou sua carreira como educadora do segmento da Educação Infantil, com o passar dos anos acumulou promoções e  a partir de 01 de fevereiro/2021 exercerá a Direção Pedagógica do Colégio Santa Amália/Saúde.

Desejamos às profissionais muitas conquistas e sucesso nesse novo desafio.

“Se quiser ter uma boa ideia, tenha uma porção de ideias.” (Thomas Edison) 

Nada melhor para falar sobre o DNA da inovação do que fazer uma citação de uma das mentes mais inovadoras que já existiu, Thomas Edison, um inovador de carteirinha que chegou a registrar 2.332 patentes, sendo a lâmpada a mais famosa delas, inventada no final do século XIX.

Por que nos referimos a Thomas Edison? Pelo simples fato de que o Colégio Santa Amália tem em seu DNA a inovação. Ou seja, deve ser entendida sob quatro perspectivas: como algo positivo a priori, como sinônimo de mudança e reforma educacional, como modificação de propostas curriculares e como alteração de práticas educacionais.

Sendo assim, para que tal inovação ocorra é necessário que os professores estejam sempre bem preparados e atualizados, tanto para promover questionamentos sobre o mundo quanto para apresentar soluções a partir de diferentes pontos de vista. Isso só é possível por meio de uma formação continuada de qualidade, que não se restrinja a aspectos tecnológicos ou formais.

No que se refere ao desenvolvimento de pessoas e da Instituição tem-se na formação continuada o papel essencial do Instituto de Ensino e Pesquisa Liga Solidária – instrumento de motivação para o desenvolvimento e engajamento dos professores, que se sentem estimulados para inspirar jovens e crianças.

E para finalizar não poderíamos deixar de citar Paulo Freire: “O conhecimento exige uma presença curiosa do sujeito em face do mundo. Requer uma ação transformadora sobre a realidade. Demanda uma busca constante. Implica em invenção e em reinvenção.”

Texto por: Maria Zélia Dias Miceli- Gestora Colégios Santa Amália e Gerente Executiva/Educação – Liga Solidária

Artigos Relacionados