Educação

A sala de aula on-line

A sala de aula on-line
[…] E o aluno não saiu para estudar
Pois sabia que o professor também não ‘tava’ lá
E o professor não saiu pra lecionar[…]

 

Estamos vivendo um ano extremamente atípico, seguindo os versos da música de Raul Seixas – O dia em que a Terra parou – devido à pandemia do Coronavírus, a qual abalou consideravelmente o planeta. Em virtude desta situação foi necessário o fechamento de escolas e assim a aprendizagem on-line passou a ser a necessidade do momento.

Surgiram planos imediatos para migrar as aulas para o ambiente virtual de aprendizagem, permitindo que os alunos continuassem seus estudos. Sabe-se que a transição abrupta para uma abordagem de aprendizagem on-line pode ser uma experiência radical e até um pouco assustadora para os envolvidos.

Professores tiveram de se reinventar, porque o ensino on-line precisa de uma abordagem diferente do ensino em sala de aula. Tiveram de aprender na prática como tornar uma aula virtual efetiva e interessante. Da mesma forma que os alunos precisaram se adaptar a um novo aprendizado, com mais responsabilidade, com mais atenção. A participação da família, também, teve de ser bastante relevante neste período, para garantir a eficácia da aprendizagem a distância e, assim, perceber o quanto o(a) professor(a) é extremamente importante.

É fundamental entender que a disposição de recursos tecnológicos é diferente entre os perfis socioeconômicos dos alunos e que aqueles que já têm desempenho acadêmico melhor tendem a se beneficiar mais das soluções tecnológicas. Além disso, eles têm mais livros em casa, acesso à internet mais rápida, uma série de vantagens.

Portanto, com tantas adversidades durante a caminhada desse ano letivo, não tem como não sairmos fortalecidos e bem mais confiantes de que o inusitado tem solução e que não será o ano do faz de conta.

Texto por: Maria Zélia Dias Miceli

Artigos Relacionados